Copywriting: O que é e dicas para ser bem sucedido

Copywriting: O que é e dicas para ser bem sucedido

Copywriting é a arte de escrever mensagens altamente persuasivas com o objetivo de incentivar as pessoas a realizar uma ação.

É a habilidade de escrever emails de vendas, landing pages, anúncios e outros materiais de marketing para produtos, serviços, campanhas de angariação de leads e muito mais. O objetivo é persuadir as pessoas a agir, seja deixando os seus contactos, comprando algo ou simplesmente clicando num botão.

Quando se trata de marketing e publicidade da sua empresa, o copywriting é uma habilidade ou cargo de grande importância. E não basta que o copywriter escreva bem e não cometa erros ortográficos. É preciso que tenha conhecimentos de marketing e até da mente e do comportamento humano para poder escrever as palavras certas, no momento certo, que despertem curiosidade, interesse e espoletem uma ação no leitor.

Copywriting vs Content Writing

Copywriting ou Content Writing? Com certeza que já leu ou ouviu falar destes dois termos e se questionou qual é a diferença entre ambos. Provavelmente, achou que eram apenas duas formas de dizer o mesmo, mas não é. Apesar de muito semelhantes, há alguns aspetos que os distinguem.

O que é Copywriting?

Como referimos no início deste artigo, o copywriting é focado principalmente numa meta direta de curto prazo com grandes retornos. O seu foco são os anúncios, emails e páginas  de vendas, landing pages e muito mais.

Um Copywriter é o tipo de redator que pode criar pequenas frases ou textos que levam os consumidores a comprar um produto, subscrever um serviço ou deixar os seus dados pessoais, por exemplo. Algumas das campanhas de marketing mais conhecidas do mundo vieram das mentes talentosas de copywriters criativos.

Copywriting é conciso, assertivo e vai direto ao objetivo. Tem a capacidade de persuadir em poucas palavras e demanda uma ação imediata.

O que é Content Writing?

O Content Writing inclui a redação de artigos para blogue, publicações (não patrocinadas) de social media, emails, white papers, eBooks e outros materiais que educam, divertem e informam o seu público sobre um determinado tópico.

O Content Writer foca-se em criar envolvimento com seu público através de conteúdos relevantes, para que com o tempo eles comecem a confiar na sua marca e se interessem pelo seu negócio e pelos seus produtos ou serviços.

A melhor parte desse tipo de conteúdo é que ele é gratuito para seus leitores, portanto, o seu redator de conteúdo precisa ter bons conhecimentos sobre otimização para os motores de busca (SEO), para garantir que o seu público e, especificamente, as personas do seu negócio encontrem os seus conteúdos.

O que é um bom copywriting e como fazê-lo?

Agora que já entendeu o que é Copywriting e o que o difere do Content Writer, está na hora de lhe dizermos o que é bom Copywriting.

Deixamos-lhe 4 dicas de copywriting que o vão ajudar a prender o seu leitor nos seus conteúdos e a fazê-lo agir:

1) Utilize fórmulas de copywriting

Apesar de parecer um clichê, utilizar fórmulas de copywriting continua a trazer resultados às empresas. Use-as para estruturar os seus textos e vai conquistar os seus objetivos, mesmo que ache que não nasceu para escrever.

Uma das fórmulas mais conhecidas é a AIDA:

Atenção: desperte a atenção do seu leitor.

O primeiro estágio ou passo da fórmula AIDA é sobre descobrir as paixões e os problemas do seu público – o que só conseguirá fazer adequadamente se conhecer bem as personas do seu negócio.

Interesse: envolva o seu leitor com informações incomuns, recentes e até contra-intuitivas.

Pode fazer isso explicando aos seus leitores ou potenciais clientes que o problema que enfrentam está a afetar negativamente as suas vidas. Faça-o contando uma história envolvente que o faça “sentir” o seu problema como algo urgente, levando-o a procurar por uma solução definitiva.

Desejo: envolva emocionalmente o seu leitor para que ele queira o que lhe está a oferecer

Esta é parte onde pode explicar as características do seu produto ou serviço e todos os benefícios relacionados. Ilustre como os benefícios vão atender as suas necessidades e transformar as suas vidas.

Ação: peça ao seu leitor para dar o próximo passo

A última etapa da fórmula de Copywriting encontra-se no final do seu texto. Chegou o momento de persuadir o seu leitor e levá-lo a agir.

Existem outras fórmulas que pode usar para criar Copywring que converte, como o PAS (Problem-Attention-Solution), ou o PAPA (Problem-Advantages-Proof-Action). Teste-as e avalie os resultados.

2) Use palavras poderosas

Já ouvir falar em palavras de Copywriting? É verdade, existem palavras específicas que realmente despertam a atenção, mantêm o interesse e ajudam a converter.

Deixamos-lhe uma lista com algumas das palavras que pode começar já a usar nos seus conteúdos:

  • Especialista
  • Sucesso
  • Oportunidade
  • Desconto
  • Imagine
  • Foco
  • Venda
  • Maravilhoso
  • Verdadeiramente
  • Único
  • Novo
  • Segredo
  • Escasso
  • Desafiante
  • Especial
  • Alerta
  • Raro
  • Exclusivo
  • Desafio
  • Testado
  • Famoso
  • Destino
  • Vitalício
  • Forte
  • Imediatamente
  • Genuíno
  • Limitado
  • Fundamental
  • Estranho
  • Segurança
  • Medo
  • Coragem
  • Proibido
  • Raiva

3) Menos é mais

Conteúdo longo converte, mas é importante que seja mestre do resumo se quer que o seu copy lhe traga os resultados esperados.

Cada texto que escrever deve conter a intenção (propósito) com o mínimo de palavras possível. Deixe os textos longos, informativos e educacionais para o seu blogue. Ainda que possa estender-se em algumas peças de copywriting, é importante que se lembre do seu verdadeiro propósito: captar a atenção do leitor e levá-lo a agir.

Pense na principal lição que quer transmitir. Qual é o problema que está a resolver? O que vai o leitor exatamente conquistar ao ler o que escreveu ou a comprar o seu produto?

4) Defina o tom da sua marca

Além da construção das personas, este é um dos passos mais importantes que garantem que escreve um bom e persuasivo conteúdo.

Escrever sem uma direção, um estilo e um tom exclusivo não lhe vai trazer resultados.

Imagine os seus leitores e aquilo que eles estão a sentir ao ler o que escreve. Ponha de lado o jargão e a formalidade e utilize uma linguagem que qualquer cliente provavelmente usaria numa conversa normal com os amigos ou colegas de trabalho.

O objetivo aqui é criar um nicho exclusivo dentro da sua área de negócio. Fale com eles de forma a que o entendam, de maneira simples e descomplicada, mas que transmita exatamente o que eles querem escutar.

Existem outros truques que vão fazer o seu conteúdo destacar-se, como a escolha de bons títulos ou os ganchos emocionais. Comece por se concentrar em atrair a atenção do seu público-alvo. Utilize as fórmulas de copywriting e use uma linguagem poderosa que mexa com as emoções de quem o lê. Os resultados vão aparecer.

Que fórmulas de copywriting já usou nos seus conteúdos? Partilhe connosco mais abaixo na caixa de comentários.

No Comments

Post A Comment